14
ago
2020
Previsão do tempo alerta para temporais nesta sexta-feira

Sul

A previsão do tempo indica chuva volumosa no norte do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e em grande parte do Paraná. Atenção ao risco de transtornos, como deslizamentos de terra e alagamentos. Há grandes chances de temporais, principalmente no oeste catarinense e sudoeste paranaense.

Ainda são esperadas rajadas de vento significativas, com valores que podem chegar a 70 km/h do norte gaúcho ao sul paranaense. O mar segue agitado nos litorais norte do Rio Grande do Sul e sul de Santa Catarina.

Sudeste

A nebulosidade aumenta no leste e sul de São Paulo e pancadas de chuva ocorrem no sul, litoral sul e região metropolitana do estado, além de em áreas mais altas do sul de Minas Gerais. A chuva fraca ainda ocorre de forma isolada também no nordeste mineiro. Demais áreas da região seguem com tempo firme, ainda sem condição para chuva.

Ventos ainda mais intensos (entre 60 e 70 km/h) no norte fluminense e Região dos Lagos. Em Minas Gerais e no centro-oeste de São Paulo, as rajadas de vento ficam na casa de 50 km/h. O mar segue agitado no litoral do Rio de Janeiro.

Centro-Oeste

A semana termina ainda com condição para chuva no sul de Mato Grosso do Sul, com volumes significativos e potencial para temporais.

Nas demais áreas da região, o sol ainda predomina e faz ainda bastante calor, com baixos índices de umidade do ar, o que potencializa a ocorrência de queimadas.

Nordeste

A chuva segue mais restrita na faixa leste nordestina e também no norte do Maranhão.

Enquanto isso, tempo ainda bastante seco, com sol e calor no interior da região. Os índices de umidade do ar ficam bastante baixos nas horas mais quentes do dia, principalmente no sul do Maranhão.

Rajadas de vento de mais de 50 km/h são esperadas para a região, principalmente no litoral.

Norte

O destaque da sexta-feira é o retorno da chuva à metade oeste de Rondônia, inclusive à capital Porto Velho, que já soma quase 40 dias sem registro de precipitações. São esperadas pancadas isoladas, com baixos acumulados.

O restante da região continua sem grandes mudanças, pois a chuva segue concentrada no norte do Pará, Amapá, norte do Amazonas e em Roraima, mas sem acumulados significativos.

Fonte: Canal Rural

Volte para a Listagem